Água: elemento vital


Porque devemos beber água frequentemente? 
Aqui agora você encontra alguns motivos para o consumo de água e importância desse elemento em nossas vidas. Não basta apenas fazer atividades físicas e ter uma alimentação saudável se não beber água suficiente. Afinal, o que muitos não sabem é a deficiência constante desse líquido precioso no nosso corpo pode causar sérios problemas no futuro e por nossa saúde em risco.
A água é a substância mais abundante do corpo humano. Ela é um componente essencial de todos os tecidos do organismo. Essa substância não contem nenhuma caloria ou outros nutrientes, mas, sem a água o corpo humano só continuaria funcionando por poucos dias. A perda de 20% de água corpórea pode causar a morte e uma perda de apenas 10% causa distúrbios graves.

 

àgua

A ingestão de água diariamente tem papel fundamental no funcionamento do corpo humano e dentre eles estão:



– O transporte de oxigênio, nutrientes, hormônios e outros componentes das células 

– Também é a água quem leva as toxinas das células para os rins, ou seja, ela desintoxica o organismo. 

– Atua como regulação da temperatura do corpo, já que ela é um dos componentes do suor

– Além disso, a água proporciona uma camada protetora para as células do corpo e, sob a forma de líquido amniótico, protege o feto em desenvolvimento.

 

Água

 

Para você que tem dificuldade em beber água, segue algumas dicas simples para que possa melhorar o consumo diário, o primeiro passo é colocar na mesa de trabalho uma garrafinha reutilizável de água, mas se mesmo assim você não beber, que tal investir em um chá de hortelã e cidreira, sem açúcar. Outra opção também é ingerir sucos de frutas, morango ou melancia, que tem 92% de água em sua composição. 
Beba água, evite a desidratação corporal, mantenha sua pele mais bonita e jovem, os cabelos mais fortes e brilhantes e todo o funcionamento do corpo em condições favoráveis.  O indicado para saúde é cerca de 2 litros por dia. 
Beba água segura e de qualidade, água de rios atualmente encontram-se poluídas por resíduos domésticos e industriais.